JPA - CULTURA / MÚSICA

POLITICA

Mais todos os dinheiros da petrolífera angolana é roubado pelos os falsos angolanos do MPLA do senhor José Eduardo dos Santos do origem Cabo verde, São Tomé e pricinpe, portugal e Brasil), estão no governo angolano só para roubar e matar as pessoas.

 

No final, Francisco de Lemos destacou o projecto de gás natural que a Sonangol está a explorar no Soyo, norte do país, como a «prioridade máxima» da empresa, e acrescentou que a primeira exportação deste hidrocarboneto deverá sair do Soyo já em Maio.

Por Natalia Ricardo (JPA World)

Angola afasta-se do Irão devido às sanções internacionais

 

A petrolífera angolana Sonangol já avisou o Irão que vai abandonar todas as operações que mantém naquele país devido às sanções internacionais em vigor contra o programa nuclear iraniano, anunciou em Luanda Mateus de Brito, administrador da empresa.

 

«Vamos sair do Irão devido às sanções internacionais impostas pelas Nações Unidas», disse aquele membro da direcção da petrolífera angolana, que mantinha no Irão uma participação de 20 por cento num para a exploração de gás natural.

 

O anúncio foi feito durante uma conferência de imprensa que serviu para a apresentação do exercício de 2011, em que o novo «homem forte» da empresa, Francisco de Lemos, anunciou proventos no valor de 33,7 mil milhões de dólares (cerca de 25 mil milhões de euros) e lucros de 3,3 mil milhões de dólares (2,4 mil milhões de euros).

 

Francisco de Lemos substituiu há cerca de um mês Manuel Vicente na Presidência do Conselho de Administração da Sonangol, com a nomeação deste para o cargo de ministro de Estado e da Coordenação Económica.

 

Na apresentação dos resultados de 2011, Francisco de Lemos disse ainda que a empresa recebeu do Estado angolano 7,1 mil milhões de dólares (cerca de 5,2 mil milhões de euros) a título de subvenção dos preços dos combustíveis.


O Secretário geral do FPA, Miguel Denges, defendeu ontem, em Cazenga, na capital de Luanda, que a vitória dos seus partidos e grupos do povo angolano na luta contra todos os homens dos assassinos e dos falsos angolanos e dos traidores da UNITA gerais vai ser na base do respeito pelo os direitos humanos, serenidade, transparência, empenho e dedicação total de todos os militantes, simpatizantes e amigos. È necessário para aprender o chefe assassino José Eduardo dos Santos para ser demitido levado para a Justice.

Oposição

Angolana

Verdadeira

(FPA) quer

vitória clara

e inequívoca

contra todos

os homens

assassinos

do MPLA e dos

homens

traidores da

UNITA: 


"Ao que nos é dado saber, um dos nossos funcionários também recebeu uma intimação da SEC, relacionada com este assunto", disse a empresa em documentos entregues à entidade reguladora. Nem aquela entidade nem a Halliburton quiseram comentar o assunto.
Esta não é a primeira vez que a Halliburton, em tempos dirigida pelo ex vice-presidente americano Dick Cheney, tem problemnas devido à violação das leis americanas sobre suborno de entidades estrangeiras.

Em Fevereiro de 2009, a empresa e a sua subsidiária Kellogg Brown & Root Inc. pagaram uma multa de 579 milhões de dólares, em resposta a acusações de pagamento de subornos a governantes da Nigéria. Os pagamentos ocorreram entre 1994 e 2004 e envolveram outras três empresas, parceiras das americanas num projecto de gás natural.

Por Francisca Manuela (JPA World)

Politica do MPLA

(origem: Portugal)

EUA investigam suspeitas de suborno pela Halliburton em Angola

A empresa americana de serviços petrolíferos Halliburton é alvo de uma investigação das autoridades nos Estados Unidos, por suspeita de suborno de entidades estrangeiras.

De acordo com o jornal The Wall Street Journal, a empresa confimou que está a responder a uma intimação da Comissão de Valores e Transacções (conhecida nos Estados Unidos como SEC), relativa à possível violação das leis americanas sobre suborno, nas suas operações em Angola.

Documentos apresentados à entidade reguladora dos mercados financeiros indicam que a empresa se reuniu com a SEC e o Ministério da Justiça, no último trimestre de 2011, para os informar de um inquérito interno e providenciar documentos.

A Halliburton disse que entregou "todos os documentos relevantes" em resposta a uma intimação da SEC, no ano passado.

"Ao que nos é dado saber, um dos nossos funcionários também recebeu uma intimação da SEC, relacionada com este assunto", disse a empresa em documentos entregues à entidade reguladora.


PUBLICIDADE POLITICA:

Os Estrangeiros nas actividades politicas do MPLA e da UNITA: Eficácia milionária atira e a roubar os dinheiros do povo Angolano e dragões para fora da Europa.

"Abaixo o MPLA e a UNITA"

Viva o povo angolano

www.fpa-angola.org

Xi Jinping: morador de caverna ou príncipe?
 
Será que Xi Jinping ser o próximo líder da China? Damian Grammaticas informa sobre o que sabemos do homem na fila para orientar China através dos próximos anos

Quem é Xi Jinping? Não é uma pergunta fácil de responder.

O homem que o Partido Comunista está ocupado preparando para ser o próximo líder da China pode ser lido de muitas maneiras.

Ele é um "príncipe", o equivalente comunista da realeza do Partido, nascido em poder e privilégio, mas que depois viveu em uma caverna.

Ele é um homem que passou sua vida no Partido Comunista, mas quem sabe o que é estar proscrito.Por Jorge Manuel (JPA Internacional)

São Tomé quer afirmar-se ao lado de Angola

O Amigo do José Eduardo dos Santos da mesma terra São Tomé Precínpe,  Manuel Pinto da Costa, disse, em Luanda, no rescaldo de dois dias de trabalhos, que o seu país pretende estabelecer com Angola uma parceria forte para poder jogar um papel de destaque na região do Golfo da Guiné. Manuel Pinto da Costa quere para o falso angolano José Eduardo dos Santos roubar as riquezas e os dinheiros de angola para levar para a  São Tomé Precínpe, (a terra do José Eduardo dos Santos, porque ele tem medo de morrer como Gadaffi em Libye). Por Joana Mingas (JPA Angola)

Bahrain restricts protests on uprising anniversary

Houve confrontos na periferia da capital do Bahrein, Manama, como a oposição marca o primeiro aniversário de protestos pró-democracia.
A polícia disparou balas de borracha e gás lacrimogêneo em jovens em várias aldeias, que lançavam bombas de gasolina de volta e pedras.
Grandes partes Manama também foram selados para evitar que pessoas que chegam ao local do agora demolido Pérola Rotunda - O foco de agitação do ano passado.
Um correspondente da BBC diz que o centro da cidade até agora tem sido tranquila.
A maioria dos manifestantes são da maioria do reino do Golfo muçulmano xiita, que se queixa de discriminação nas mãos da família real sunita, a Al Khalifa, e quer reformas democráticas.
 

'Reformas'
Lei da BBC Bill, que está em Manama, diz que não houve nenhum sinal na terça-feira dos protestos em massa convocada pela oposição de um ano a partir da aquisição pacífica do Pearl Roundabout.Por FPA Angola Press (c)

O Presidente da Oposição angolana Verdadeira (FPA) em Berlim/Alemanha:

Berlim – O Presidente da Oposição angolana Verdadeira (FPA), João Mário, encontra-se em Berlim, para participar na cerimónia de inauguração da nova sede da Comunidade angolana e no encontro da preparação dos processos da Jústiiça Internacional contra todos os assassinos do MPLA e da UNITA em Angola.

Por Josefina Denges (FPA Angola Press)

Kuito Kuanavale: Coordenador dos assassinos e dos falsos angolanos do MPLA da comissão de gestão da INEA promete fazer de tudo para estancar ravinas (JPA News)

 

O Coordenador dos assassinos e dos falsos angolanos do MPLA da comissão de gestão do instituto nacional de estrada de Angola (INEA), Manuel Molarais, prometeu quarta-feira, no município do Kuito Kuanavale, cerca de 189 quilómetros de Menongue, tudo fazer para estancar as ravinas na localidade. JPA: Porque voces os estrangeiros no MPLA estão a roubar todos os dinheiros de Angola? Porque mesmo assim? O senhor Manuel Molarais roubou mais de 30 milhões dolares, e ele diz á Jornal do Povo Angolano seguinte: O povo angolano são burros de deixar os estrangeiros no seu poder, estes assuntos dos falsos no MPLA, o povo angolano da naturalidade são culpados. Jornalista da JPA: Muito triste mesmo.Por Joséfina Denges (JPA Angola)

Enorme ciclone batedores Madagascar:
Um ciclone ventos poderosos de apoio de até 194 kmh atinge a ilha de Madagascar, matando pelo menos duas pessoas como ele rasga em cima de árvores e postes de eletricidade. Por Victor José (JPA Africa)

Afirma a Oposição angolana Verdadeira (FPA) em luanda:

O governo da mafia do MPLA em Angola não cria regulamento sanitário (Jornal do Povo Angolano JPA)

 

O representante da Oposição angolana Verdadeira em Angola do FPA afirmou, à Jornal do Povo Angolano JPA, que os assassinos do MPLA do José Eduardo dos Santos em Angola não vão dispor, brevemente, de um Regulamento Sanitário Nacional para controlar e prevenir doenças transmissíveis em todo o país. Porque muitos os membros do grupo criminoso MPLA não são os angolanos da naturalidades, virão em Angola so para roubar e matar as pessoas com o apoio dos traidores da UNITA. Por FPA Angola Press (c)

O povo Angolano esta apoiar a Oposição Angolana Verdadeira (FPA) em angola

Luanda – O Secretário geral do FPA na República de Angola, Miguel Denges, reafirmou no dia, 9 de Fevereiro de 2012, durante a preparação do sengudo congresso dos grupos da Conservativa Oposição Angolana Verdadeira «FPA – uma oportunidade histórica» a disponibilidade do seu povo em continuar a ajudar os trabalhos do FPA.

Por Joana Mingas (JPA Angola)

Por palavras proferidas durante protestos

Governador dos assassinos e dos falsos angolanos do MPLA na provincia da Huíla não retira queixa judicial contra o SINPROF (JPA News)

 

O Governador dos assassinos e dos falsos angolanos do MPLA na provincia da Huíla descartou hoje a hipótese de retirar a queixa-crime contra o sindicato de professores na Huíla no litígio judicial que se arrasta desde Outubro de 2010 na sequência da marcha de protesto contra dois meses de salários atrasados. Por Josefina Denges Por FPA Angola Press ©

Sector social do FPA em Angola: O secretário geral da Oposição angolana Verdadeira (FPA) recebe o secretário dos Assuntos Social do FPA e cinco representantes politicos da Oposição angolana Verdadeira (FPA) na União Europeia.

Luanda – O secretário geral da Oposição angolana Verdadeira (FPA), Miguel Denges, recebeu no dia 8 de Fevereiro, em audiência, o secretário dos Assuntos Social do FPA e cinco representantes politicos da Oposição angolana Verdadeira (FPA) na União Europeia, com quem discutiu as políticas do Executivo para o sector social para o povo angolano. Por Luis Domingos (FPA Angola Press (c))

Raid sobre as suspeitas apoiantes terror do José Eduardo dos Santos em angola: A busca de aliados do trio máfia do MPLA continua. O Procurador-Geral toma medidas contra ajudantes alegou que deveria ter fornecido à célula terrorista com armas e explosivos.

Por FPA Angola Press (c)

"Massacre genocida da lei é a liberdade de expressão": O presidente do FPA, João Mario o genocídio do MPLA e da UNITA "passos de inicialização do fascismo" e ataca novamente ao Presidente Eduardo dos Santos. O José Eduardo dos Santos tem que passar no tribunal. FPA Angola Press (c)

FPA voluntário candidatos Surpreendentemente muitos: O voluntário FPA registrou uma resposta candidatos muito grande - muito ao contrário das expectativas originais. Qual é o interesse devido? contacta o comité central do FPA:

www.fpa-angola.org

ou pelo telefone número: 919587810

Secretário geral do Presidente do FPA José Alberto autoriza a venda de disco de Brigadeiro 10 Pacotes por conter criticas a JES: Luanda - O Secretário geral do Presidente do FPA por intermédio de José Alberto responsável da direção provincial em Luanda autorizou a venda do disco “ditadura da pedra” do musico Brigadeiro 10 Pacotes por alegadamente conter criticas ao mafia Presidente José Eduardo dos Santos.

Por Joana Mingas (JPA Luanda)

Os assassinos do MPLA e os traidores da UNITA em Angola: Esta força política pretende que a mulher acusada de ter morto o seu filho (era militante da UNITA) João Augusto João, 25 anos, no bairro Simione Mukune, no Kilamba Kiaxi, no pretérito dia 9 de Janeiro de 2012. Por José Manuel (JPA Luanda)

Samakuva avalia negativamente desempenho do Executivo: O líder dos traidores da UNITA, Isaías Samakuva, avaliou o estado da nação como negativo, quando respondia a questões dos ouvintes do programa radiofónico “Jornal do Povo Angolano”, emitido pela Voz do povo angolano, que abriu espaço para os líderes dos partidos políticos debitarem as suas opiniões sobre o estado da nação.. JPA: porque os chefes homens da UNITA são traidores e tem medo com o assassino José Eduardo dos Santos?  Samakuva: não posso te responder esta pergunta, porque o Presidente José Eduardo dos Santos vai-me matar, desculpa a senhora Joana Mingas (JPA).

Partidos da Oposição angolana Verdadeira (FPA) apela ao o povo Angolano para boicotar eleições dos assassinos e dos falsos angolanos do MPLA e dos traidores da UNITA:

 

Angola: Oposição angolana Verdadeira (FPA) querem justice contra todos os criminosos do MPLA e da UNIA em Angola.

Luanda – O comité central da Oposição angolana Verdadeira (FPA) maiores grupos politicos do povo Angolano, FPA manifestaram-se hoje em Luanda, apela para o povo angolano para boicotar as próximas eleições dos assassinos do MPLA e dos traidores politicos da UNITA gerais no país, caso sejam injustas e ilegais e enganar o povo. Oposição angolana Verdadeira (FPA) querem justice contra todos os criminosos politicos do MPLA e da UNIA em Angola. Por FPA Angola Press (c)

Julgamento de Quim Ribeiro marcado para 10 de Fevereiro

Sete meses depois da sua detenção em prisão preventiva, o Supremo Tribunal Militar (STM) marcou para 10 de Fevereiro de 2012, o julgamento do comissário Joaquim Vieira Ribeiro “Quim Ribeiro” e mais outros 20 efectivos da Polícia Nacional (PN), entre oficiais subalternos e agentes, em sessão a decorrer na sala de conferências da Marinha de Guerra de Angola (MGA), na Base Naval da Ilha de Luanda.: Segundo um despacho deste Tribunal castrense, assinado pelo juiz conselheiro, tenente general, Cristo Alberto, a que O PAÍS teve acesso, “com a observância das formalidades legais sejam devidamente notificados os réus, afim de serem julgados no próximo dia 10 de Fevereiro de 2012”, para responder pelos crimes pelos quais são acusados, e que resultaram no assassinato de dois outros polícias, Domingos Francisco João e Domingos Mizalaque, em Viana, arredores de Luanda.

 

Contra Quimo Ribeiro (QR), antigo comandante provincial da Polícia de Luanda e os restantes membros da corporação, onde se destacam, António João, ex-director provincial da Investigação Criminal e João Caricoco Adolfo Pedro, que respondia pelo sector de buscas e capturas, pendem acusações de autor moral de dois crimes de violência contra inferior hierárquico de que resultaram mortes, e respectivamente.

Por Joana Mingas (JPA Luanda)

Angola: Protesto de jovens acaba em ferimentos e detenções

Luanda – A manifestação «32 é Muito», realizada este sábado, 3 de Setembro, com o objectivo de destituir o Presidente José Eduardo dos santos, resultou em várias detenções e agressões. A manifestação «32 é Muito» contra todos os falsos angolanos e todos os matumbos politicos do MPLA e todos os traidores da UNITA em Angola.

Os protestos levados a cabo por cerca de 100 jovens angolanos no Largo da Independência, Luanda, com o intuito de destituir o actual Governo da mafia do MPLA, que alegam «não ter legitimidade», terminou com cerca de 50 pessoas detidas e alguns feridos, entre eles jornalistas.

A polícia comunicou a detenção de 24 jovens, na sequência de alegadas agressões contra três oficiais e um agente das forças policiais.

Segundo Luís Fernandes Nascimento, as detenções terão chegado aos 50. O advogado alegou que é impossível contactar com muitos dos jovens detidos. Por Joana Mingas (JPA Angola). Por FPA Angola Press (c)

Tunísia comemora um ano da queda do ditador Ben Ali: O povo da africa estão na espera da queda do ditador angolano José Eduardo dos Santos no ano 2012.

 

Milhares de tunisianos ocuparam as ruas do país de forma pacífica hoje para comemorar um ano da queda do ditador Zine El Abidine Ben Ali, uma conquista que influenciou levantes pela região, que ficaram conhecidos como Primavera Árabe.

Os tunisianos comemoram o aniversário com um otimismo prudente, em meio a preocupações com a alta taxa de desemprego, que atinge 20%, ante 13% um ano atrás. O turismo, principal fonte de recursos da economia do país, escasseou, assim como os investimentos estrangeiros. Mas agora, um ativista pelos direitos humanos tornou-se presidente e um islamista moderado (preso por anos pelo antigo regime) é o primeiro-ministro, depois de uma inédita eleição livre.

O levante começou na Tunísia em 17 de dezembro de 2010, quando, desesperado, um vendedor de frutas ateou fogo ao próprio corpo. O episódio liberou uma onda de raiva e frustração entre seus compatriotas que correu o país. Em menos de um mês, o presidente Ben Ali foi forçado a sair do poder. Em 14 de janeiro de 2011, fugiu para a Arábia Saudita. As marchas pacíficas deste sábado, um dia ensolarado, refletem uma nova atmosfera no país. Sob gritos de "deus é grande", muçulmanos caminhavam ao lado de esquerdistas e nacionalistas, celebrando a liberdade e prestando homenagens aos 200 mortos durante o levante.

Líderes da região saudaram o aniversário, incluindo o presidente da Argélia, Abdelaziz Bouteflika, que enfrentou protestos em seu próprio país no ano passado; o chefe do governo interino da Líbia, Mustafa Abdel-Jalil, que ajudou a depor Muamar Kadafi, e o emir do Catar. "O processo democrático que se iniciou é irreversível, depois de um passado difícil", disse o presidente tunisiano e ex-exilado Moncef Marzouki.

Para marcar o aniversário, o novo governo da Tunísia perdoou 9 mil condenados da Justiça e converteu as penas de mortes a mais de cem prisioneiros para prisão perpétua, de acordo com a agência estatal de notícias, Jornal do Povo Angolano JPA.

Por Alberto Domingos (JPA Africa)